Qual a Diferença entre Carboidrato Simples e Complexo?

carboidratos simples

Olá, Meninas! Hoje eu vou falar sobre um assunto que gera muita dúvida e que faz com que muitas de vocês errem na hora de montar aquele prato saudável que vai te ajudar a manter a energia necessária para se movimentar. A diferença entre carboidratos simples e complexos.

E se você vê as inúmeras dietas existentes na atualidade, já se deparou com aquelas que cortam completamente os carboidratos e os tratam como vilões. Não caia nessa! Esses nutrientes são essenciais para o organismo já que são a nossa principal fonte de energia, ou seja, eles que te mantém de pé durante todo o dia e dão aquela força para enfrentar os 21 minutos do nosso programa com o pique necessário para turbinar a queima das gordurinhas.

Os carboidratos têm também funções metabólicas e estruturais para o organismo e por isso é importante entender quem são e como eles agem no corpo. Nós podemos separá-los nos dois grupos já citados, os simples e os complexos (integrais) e entender essa diferença fará com que você tenha uma dieta saudável.

Carboidratos simples

Os carboidratos simples são aqueles que tem uma estrutura química simplificada e menos nutrientes. Por isso, eles são ingeridos de maneira mais rápida e ideais para quem precisa de energia velozmente.

No entanto, esse processo faz com que se tenha um aumento na taxa de glicose no sangue, que pode ter efeito bem desastroso para o organismo. Isso porque ele sacia menos, faz com que o açúcar seja absorvido mais rápido pelo sangue e se deposite em forma de gordura quando consumido em excesso.

Vale lembrar que eles são ótimos para um pré-treino, mas é preciso ingeri-los, no mínimo, 30 minutos antes da atividade e em porções controladas. Entre as opções mais conhecidas de carboidratos simples estão o pão francês, batata, massas brancas, bolacha de água e sal e o açúcar refinado.

Os carboidratos simples são também conhecidos como carboidratos de alto índice Glicêmico. O problema é que eles causam a insulinemia, ou seja, em resposta ao alto pico de insulina, o pâncreas secreta rapidamente o hormônio, com isso o organismo sofre com a hipoglicemia, mas a insulina continua elevada, o que nos causa a vontade de continuar comendo. E acredite, isso se transforma em um ciclo nada benéfico.

Carboidratos complexos

Com uma estrutura química mais complexa, esses carboidratos são absorvidos de maneira lenta pelo organismo, o que faz com que o aumento do índice glicêmico seja mais gradual. Além disso, os carboidratos complexos são ricos em fibras, vitaminas e minerais.

No entanto, a grande vantagem é a ausência do pico de insulina intenso logo após a alimentação, o que prolongará sua saciedade, fará com que você sinta menos fome e tenha energia por mais tempo.

Por isso, nada de tirar completamente os carboidratos da alimentação. Lembre-se, você só terá êxito se tiver uma dieta balanceada. Gostou do conteúdo? Se tiver dúvidas, basta deixar um comentário que eu terei o maior prazer em te ajudar.

Um grande abraço,
Olivia Andriolo e
Equipe Corpo D21

Deixe seu comentário